X-MEN: FÊNIX NEGRA | Simon Kinberg assume a responsabilidade pelos erros do longa de 2016



X-Men: Fênix Negra chega aos cinemas em 2018 e suas primeiras novidades oficiais, como imagens entrevistas, começaram a ser divulgadas. O atual diretor do filme, Simon Kinberg, falou também à revista Entertainment Weekly e comentou sobre os erros cometidos na saga até agora, principalmente em X-Men: Apocalipse, de 2016, e como não pretende repeti-los no próximo longa-metragem.


Kinberg atuou como roteirista e produtor de uma série de filmes da franquia X-Men, desde X-Men 3: O Confronto Final, mas agora assume a direção em Fênix Negra. Para o diretor, muitos dos erros que foram cometidos não devem voltar, a começar pelo foco nos personagens:

Simon Kinberg promovendo o filme de 2016
“Acho que o fato de termos perdido o foco no que importa nesta franquia, que são os personagens. Ela acabou se tornando sobre destruição global e efeitos especiais, em vez de emoção e personagens.”

Hutch Parker, produtor do filme e atuante ao lado de Kinberg, acrescenta que havia um grande problema com X-Men: Apocalipse, que era o fato de o roteiro ainda estar em desenvolvimento enquanto o longa-metragem estava em andamento no set de filmagem.


“É sempre perigoso se o seu roteiro está evoluindo enquanto você está filmando. Sempre sentimentos que o gênero [de heróis] estava evoluindo de várias formas e o filme não acompanhou. Há muita coisa que acho boa no longa, mas, como um todo, ele teve problemas para ser coeso em termos de narrativa emocional e no enredo. Esteticamente ele parecia datado em relação à evolução que víamos em outros lugares. Aprendemos muito com isso.”

Já sobre Fênix Negra, Kinberg garante que o foco estará em retificar os erros que foram cometidos no filme anterior. Para o diretor, a ideia é dar “emoções reais aos personagens e trazer um tema que é relevante e necessário para os dias de hoje”.


X-Men: Fênix Negra estreia nos cinemas dia 2 de novembro de 2018.
Fonte: Comic Book Movie

Postar um comentário

0 Comentários