X-MEN | Russell Crowe explica porque não aceitou viver o Wolverine nos cinemas



Segundo o ator, foi uma simples escolha de papel.




Com dezessete anos interpretando o herói, Hugh Jackman cativou o público como o Wolverine. Porém, na época em que o primeiro X-Men foi feito, em 2000, Jackman não era tão conhecido e um ator mais famoso quase pegou o papel. Agora, em um programa de rádio australiano, Russell Crowe explicou porque recusou o papel na época.




Segundo o ator, isso aconteceu por causa de Gladiador, no filme, o personagem de Crowe, Maximus, era associado com um lobo, assim, o ator achou que os dois papéis ficariam muito semelhantes. 

Bryan [Singer, diretor de X-Men] era um amigo meu na época. E ele estava realmente me pressionando. Se você se lembra, Maximus tem um logo no centro de sua armadura e ele tem um lobo como companheiro… Eu achei que seria algo mais importante [na época]. Então eu disse não, porque eu não queria ser [associado a essa figura], tipo o ‘Sr. Lobo’.” explicou o ator.





No fim, isso acabou não tendo muita significância, já que a maior parte dos momentos relacionados a lobos em Gladiador foram cortados. “Quando Ridley [Scott, o diretor] estava cortando o filme, era inconveniente deixar o cão vivo – então toda a coisa do logo, ninguém menciona isso!



No fim, Crowe ajudou Singer e apontou ele na direção de Jackman ( seu amigo) e, segundo o próprio ator, essa recomendação impactou sua carreira significantemente.

Postar um comentário

0 Comentários