Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar | Diretores torcem pelo futuro da franquia





Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar chegou aos cinemas repleto de rumores em relação a permanência ou não de Johnny Depp na franquia. Com o futuro da série de filmes da Disney incerto, os diretores do novo longa, Joachim Ronning e Espen Sandberg, torcem para que haja mais sequências da história de Jack Sparrow.

Ele é um personagem interessante”, iniciou Ronning, durante entrevista com a Screen Rant. “Ele não aprende nada de suas viagens, por isso também foi complicado para nós entrar e fazer a sua origem, assumir o seu caráter e não pisar em qualquer calo, mas queríamos explorar e tenho certeza que há muito mais para explorar”, completou.


Perguntados se a história do sexto filme já estava sendo elaborada, a dupla desconversou, já que o futuro da franquia segue indefinido. “Não, não sabemos. Mais uma vez, esperamos que eles vão fazer mais e, você sabe, nós somos fãs da franquia”, disse Ronning. “Vamos ver como isso acontece”, completou Sandberg.

Em Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar, a única esperança de sobrevivência para Jack é o Tridente de Poseidon, mas para encontrá-lo ele tem que fazer uma aliança com Carina Smyth (Kaya Scodelario), uma brilhante astrônoma, e com Henry (Brenton Thwaites), um teimoso marujo da Marinha Real.


Comandando o Dying Gull, seu novo e pequeno navio, o Capitão Jack quer não só reverter sua recente má sorte, como salvar a própria vida de uma das ameaças mais formidáveis que já enfrentou.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar está nos cinemas brasileiros desde o dia 25 de maio.

Postar um comentário

0 Comentários