Gambit | Doug Liman diz o motivo de abandonar o filme



Diretor não gostou do roteiro






Durante o lançamento de The Wall, o diretor Doug Liman explicou por que decidiu abandonar o filme do Gambit, apontando que não sentia uma conexão emocional com o projeto, o que motivou sua decisão:

"Eu procuro uma conexão pessoal com os filmes que faço e nem sempre ela é óbvia. Sabe, qual minha conexão com Jason Bourne? Eu tenho uma conexão emocional com o filme porque ele fala do caso Irã-Contras e meu pai estava envolvido nas investigações. Em toda história eu tenho uma ligação. Em The Wall, o que um cineasta de Nova York teria em comum com dois soldados do Iraque? Mas o filme se trata de perseverança, sobre se levantar e continuar seguindo em frente, isso é alguma coisa. E eu nunca senti isso com Gambit. Às vezes acontece, às vezes não." disse o diretor.

“Eu sou todo roteiro, e eu simplesmente não estava me sentindo bem com ele. Eu tenho que me conectar ao roteiro. Em A Identidade Bourne, Matt Damon sempre se referia a si mesmo como uma “prostituta de roteiro”, e eu também sou assim.”

É como você sente o roteiro, isso é tudo. Nós fazemos filmes porque queremos contar grandes histórias”, completou.

Doug Liman vai dirigir "Liga da Justiça Sombria " para Warner . Porém, o filme ainda não tem data de estreia definida. O filme é produzido por Scott Rudin e Guillermo del Toro.





Sobre Gambit

Anti-herói capaz de manipular a energia cinética e também habilidoso em arremesso de cartas, luta corporal, e no uso de um cajado, Gambit era um ladrão profissional, o que fez os X-Men confiarem pouco nele quando se juntou ao grupo.

Por enquanto, o filme não tem data para sair do papel.

A produção do filme tinha previsão para começar em 2017, mas....

Postar um comentário

0 Comentários