KONG: A ILHA DA CAVEIRA | Diretor diz que não quer fazer mais filmes de monstros gigantes e filme vai ganhar série de TV



Produção pretende embarcar no sucesso da história nos cinemas




King Kong será levado pela primeira vez para a televisão. Após o bom desempenho nas bilheterias em Kong: A Ilha da Caveira, o gorila mais famoso do mundo está sendo adaptado para a televisão. A história não tem relação com a franquia atualmente estabelecida nos cinemas, mas é inspirada na série de livros e HQs de Joe DeVito, artista que ilustrou e escreveu diversas obras relacionadas ao filme original de 1933. O projeto ainda precisa ser vendido a alguma emissora de televisão, mas já está em fase de desenvolvimento por produtoras. O estúdio envolvido na produção foi o IM Global. Ele se juntou a gigante Tencent e Tang Media Partners, de origem chinesa. 



A mais nova versão cinematográfica – produzida pela Warner Bros. – foi um sucesso de bilheteria, conseguindo arrecadar mais de U$ 500 milhões no mundo todo. De acordo com portal The Hollywood reporter, o projeto já decidiu alguns panoramas importantes: uma mulher será protagonista e a história, assim como nos filmes, será no formato live-action. O roteiro fica por conta de Jonathan Penner e Stacy Title (The bye bye man) e a produção com Dannie Festa (Trolls).





Ao THR, o presidente da IM Global, Mark Stern, apontou o quanto a série vai revigorar a história para um grupo de telespectadores que ainda não conhece as aventuras do King Kong. “Existe um claro e profundo interesse em uma história sem fim”, explica Stern, que ainda completa: “nós estamos ansiosos para trazer essa fantasia de sobrevivência e aventura à vida para uma nova geração de fãs”.


DIRETOR NÃO PRETENDE FAZER MAIS FILMES DE MONSTROS GIGANTES!

O diretor Jordan Vogt-Roberts se tornou referencia após comandar o mais recente filme de King Kong. No entanto, ele quer se afastar do Monsterverso do qual Kong: A Ilha da Caveira faz parte e que começou com Godzilla em 2014.
“Eu acho que já acabei com monstros gigantes por um tempo.” Disse o diretor em entrevista com o Screen Junkies, afirmando que o filme é uma resposta para as pessoas que disseram que não havia a necessidade de mais um filme do King Kong. “Eu estou realmente orgulhoso do quão estranho esse mundo é e como as pessoas abraçaram abraçaram essa coisa.”
Vogt-Roberts também diz que “realmente não me vejo fazendo Kong vs. Godzilla. Você nunca diz nunca […] mas seria muito difícil para mim agora.”
O próximo filme do Monsterverso será Godzilla: King of the Monsters, que ainda não tem data de estreia.

Postar um comentário

0 Comentários